Teu sangue vermelho na minha parede verde

Metarromance epistolar de bagadefente

Em sua estreia na prosa, o poeta e artista-etc. bagadefente apresenta Teu sangue vermelho na minha parede verde, um “metarromance epistolar” que desafia as convenções do gênero ao narrar a saga de Leônidas, um homem branco, hétero, de classe média, que se vê perdido após o término de um relacionamento durante a pandemia de covid-19.

Nesta narrativa híbrida e processual — uma espécie de autogeografia em diálogo com outros autores — Leônidas utiliza poemas, cartas, diários, transcrições de chats e sessões de regressão para explorar suas complexas emoções e pensamentos. Na tentativa de reencontrar seu lugar num mundo em frangalhos, percebe que está escrevendo um livro e passa a refletir sobre o ato e a própria natureza da escrita.

Ao longo das mais de 400 páginas divididas em três partes — Nigredo, Albedo e Rubedo — temas como memória, paternidade, política e ocultismo se mesclam em uma escrita informal, pessoal e ensaística. A brutal e quase incômoda honestidade da obra a transcende, oferecendo aos leitores a oportunidade de se conectar com suas próprias jornadas interiores na busca pela pedra filosofal da expressão pessoal.

A obra, publicada pelo NADA∴Studio Criativo, foi contemplada no Proac Editais 2022, foi lançada no final de novembro na Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) e no mês de dezembro em Botucatu, Sorocaba e Ourinhos.

R$60,00